skip to Main Content

Carlos Correia Santos

Nome artístico: Carlos Correia Santos
Área de atuação: Escritor
Região: Belém /
E-mail: [email protected]
Telefone: (91) 98167-3835
Canal Social: https://www.facebook.com/carlos.correiasantos

Carlos Correia Santos é poeta, contista, romancista, dramaturgo e músico (cantor, violonista e violinista). É pós-graduado em Educação Especial com Ênfase na Inclusão e pós-graduando em Psicopedagogia. Tem se destacado na área da arte-inclusão com pesquisas e espetáculos ligados ao tema. É o criador do Cena Especial – Teatro Inclusivo, projeto de extensão com o qual criou o primeiro grupo de teatro inclusivo da região Norte. Com o Cena Especial, escreveu, montou e dirigiu o espetáculo sensorial (conceito que criou) “Pelos Olhos Dela”, que leva o público a mergulhar no universo da cegueira. É o criador e coordenador do selo Versivox, com o qual cria espetáculos-saraus que unem literatura, dança, teatro e música.

Publicações do Autor(a)

DIAPETELO E CORAÇÃO DE MADIA

Editora: PA
ISBN: 9788581082769
Ano de Publicação: 2013
Dimensões: x cm
Nº de Páginas: 262
Acabamento:

Sinopse: Meados do século XIX. Um sobado nas margens do rio Kwanza, nas proximidades de Luanda, Angola, é invadido. Diapetelo e sua amada Madia são perseguidos. Ela leva um tiro nas costas. Mesmo também muito ferido, Luseke, irmão de Diapetelo, consegue arrastar o casal para a mata. Eles escapam dos algozes, mas não escapam da tragédia e da sina. Madia tomba sem mais respirar. Desesperado, Diapetelo pede para que o irmão faça alguma feitiçaria, afinal há forças que estão além do real e do plausível. Mesmo agonizante, Luseke atende. Um ritual, uma encantaria, algo sem explicação concreta. O peito da morta abrindo-se para o insondável. Rezas, defumações.

Antes de também falecer, Luseke entrega para Diapetelo um místico patuá feito a partir do carmim das entranhas da falecida. Aquele impensável amuleto era o coração de Madia. Uma relíquia que vira o pingente de um cordão que Diapetelo ata ao pescoço para ficar pendido sobre seu peito pelo resto de sua vida. Sozinho, levando apenas a memória de todos os seus, ele parte para uma saga que o fará romper infinitas distâncias. É enganado, surrado, humilhado, jogado nos porões de um navio negreiro que o fará cruzar o Atlântico rumo ao Brasil. E serão muitas as terras que seu fadado caminhar pisará. A Recife que vive os sopros iniciais da Revolução Praieira, a Amazônia onde explodirá a cruenta Cabanagem, o Rio de Janeiro onde se organizam e percutem, na surdina, os primeiros terreiros... A Londres na qual se iniciam as polêmicas lutas contra o tráfico negreiro.

Ao longo de toda essa trajetória, o mistério sobre o peito daquele negro... Aquele pingente, o cheiro que ele exalava... Por que os aromas que partiam daquele africano pareciam ter o poder de acordar todos os tipos de amores? Os calmos, os desesperados, os violentos, os redentores? Quanto mais ele se mantinha fiel a sua adorada morta, mais paixões despertava sua simples presença. Resultado de vários anos de pesquisa, DIAPETELO E O CORAÇÃO DE MADIA, do premiado escritor Carlos Correia Santos, é uma saga que atravessa décadas de episódios históricos que contam os dramas, dores e lutas da raça negra. O leitor é levado num vasto fluxo de jornadas. Desce ao porão dos tumbeiros que traficavam africanos, sente todos os horrores daquelas viagens. Perde-se entre as muitas e sangrentas batalhas que clamaram por liberdade no século XIX. Respira os ares da África e da Europa.

A AVENTURA DA ENCANTADA QUE CHORAVA LETRAS

Editora: Giostri Editora
ISBN: 9788581081540
Ano de Publicação: 2012
Dimensões: x cm
Nº de Páginas: 146
Acabamento:

Sinopse: Um dia, ela se acordou e não lembrava quem era. Tudo a sua volta era branco, como papéis sem fim. Tudo ao seu redor era feito de pedaços de palavras. As horas eram feitas da palavra HORA. O tempo era um monte de pedaços da palavra TEMPO. Para além de sua casa construída por sílabas, não havia esquinas, e sim parágrafos. Ela chorou... e de seus olhos escorreram imensas vogais e compridas consoantes. Isa Hope (que nome estranho) estava mesmo encrencada. Ela simplesmente tinha caído dentro de um livro.

E para sair dali teria que resolver um imenso enigma: onde fora parar a Poesia do mundo? A Senhora da Leitura, o misterioso Poeta, o erudito Mestre das Palavras e VOCÊ, leitor, vão precisar ajudar nossa heroína a resolver toda essa louca e lírica confusão! “A Aventura da Encantada Que Chorava Letras”, de Carlos Correia Santos, é um livro jogo, que se propõe a despertar nos jovens o entendimento sobre a importância de mergulhar na obra de grandes mestres da literatura.

Back To Top